quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Crescer Dói

Eu quero colo quando eu chorar;
Eu quero beijo quando eu sorrir;
Eu quero receber carinho quando eu me machucar;
Eu quero ganhar um sorriso quando eu falar ou fizer alguma bobagem;
Eu quero que façam festa quando eu acertar;
Eu quero que me repreendam com amor quando eu errar;
Eu quero que me façam cafuné até que eu consiga pegar no sono;
Eu quero que me deixem dormir até meu corpo desejar acordar;
Eu quero ganhar um "Bom Diiiiia" animado e sincero quando eu acordar;
Eu quero ganhar um beijo na testa quando eu resmungar;
Eu quero que meu alimento esteja pronto quando eu sentir fome;
Eu quero ser aquecida quando eu sentir frio;
Eu quero que me lembrem das coisas que eu esqueço de fazer;
Eu quero que me digam que tudo vai ficar bem quando eu estiver triste;
Eu quero ganhar um abraço de urso quando eu estiver quietinha;
Eu quero ser mimada quando eu estiver manhosa;
Eu quero ser elogiada de surpresa, sem nenhum motivo especial;
Eu quero ganhar presentes divertidos;
Eu quero ganhar balas, bombons e caramelos;
Eu quero ser levada pra passear;
Eu quero brincar de guerra de travesseiros até perder o fôlego;
Eu quero gargalhar de uma besteira qualquer;
Eu quero que cuidem de mim quando eu estiver doente;
Eu quero que se preocupem comigo;
Eu quero que se orgulhem de mim;
Eu quero ser protegida;
Eu quero ser amada incondicionalmente;
Eu quero ser a razão da vida de alguém;
Eu quero ir pra Neverland e ser criança pra sempre;
Eu quero pó de pirlimpimpim.

(e eu queria também voltar pro útero da minha mãe, onde tudo era calmo, onde eu estava protegida e aquecida, onde eu estava plenamente confortável e feliz)

CRESCER DÓI. E em alguns dias dói de uma maneira quase insuportável.


4 comentários:

Anônimo disse...

Desejo q vc tenha tudo isso e que seja bem feliz!!!
Não cresça nunca, meu bem!!!

Aline disse...

I Agree!

Daniela disse...

E nem tinha visto o seu ...maravilhoso!! Estamos conectadíssimas!! Beijosss
P.S Crescer dói mesmo...mas lembre da teoria do Caos...

Nira disse...

Também pode ser traumatizante. Depende de como esse crescimento se dá!