quarta-feira, 10 de junho de 2009

Mulherzinha

Sair da caverna para uma mulherzinha não é um processo simples.

O que fazer com a pele ressecada pela falta de hidratação adequada, com as unhas roídas nos momentos de angústia, com os cabelos detonados pela falta de cuidado, sem contar a depilação há muito vencida?

Preguiiiiiiiiça. Ser mulherzinha dá muito trabalho, exige grande disponibilidade de tempo e mais que isso, custa caro!

Tô precisando de funilaria e pintura. Tô precisando de recauchutagem geral. Tô precisando ficar linda, me olhar no espelho e sentir orgulho próprio.

Como faz?

(e essa decisão de tentar salvar a casca deve-se ao fato de que, se eu morrer, quero ser uma defunta apresentável, né? que eu vou ser cremada, e coisa e tal, mas mesmo assim... beleza é fundamental até na hora da morte, minha gente!)

(antes de começarem a me xingar pela sem gracesa / brincadeira de mau gosto, tentem entender meu momento dramático após a constatação da hipertensão, 18/12, e coisa e tal... isso porque estou chegando apenas à idade de cristo. e uma pessoa que chega aos 33 precisando colocar remédinho embaixo da língua pode ser definida como? Fim de carreira?)

2 comentários:

Srta. Luz disse...

Coisas de Mariquinha, eu chamo. Não é mole, dá trabalho
A idade de cristo (same as me) é complicada e emblemática.


Muitos vão dizer: basta se olhar por dentro, beleza interior! Beleza interior o caramba! a gente quer ser linda ... e principalmente saudável, né moça!?

Se cuida em todos os aspectos e olha quem tá precisando de vc: linda e muito, muito bem ...

Eu começo fazendo isso mesmo sem vontade, depois o resultado começa a falar por si só ...e continuo... mas também paro rsrsrsrsr

Mas, cá entre nós .. pelas fotos, vc tá falando é de alegre, viu!?


beijos

Tereza Jardim disse...

não associe hipertensão à idade, darling. meu irmão tomava captopril aos 27, o mesmo que o meu tio bi-fartado. e minha amiga de estágio tem 21 e não passou no primeiro exame do detran e toma remédio tb.

quanto a ser mulherzinha, realmente, é um saco pra quem não é "a esposa do fulano". ter que cuidar da vida e da beleza ao mesmo tempo é pra poucas [e definitivamente, não pra mim, hehehe].

então, nesse caso, só posso te ajudar com meu exemplo: cortei o cabelo joãozinho [super-prático e sempre pronto], mantenho as unhas apenas limpas [minha unha é anti-aderente e descasca em dois dias], e desapeguei da maquiagem, agora só em eventos.