terça-feira, 18 de agosto de 2009

O Dia DELA

Hoje minha mãezinha completaria 53 anos... Estaria ainda muito jovem, cheia de planos e sonhos, cheia de energia como ela sempre foi...

Mas a vida é injusta e ela partiu antes mesmo de chegar aos 50 anos, e agora o dia 18 de agosto é apenas um dia triste, daqueles em que a saudade aperta e a ausência dói ainda mais...

Muita saudade, Mãe!
Te amo pra sempre!!!




6 comentários:

Fernanda disse...

nem fala amiga, que eu estou com meu coração apertado... minha avó, minha segunda mãe, madrinha e tudo mais está no cti e olhar que nossas mães estão no ceu só me faz doer o coração!
espero que um dia essa dor passe... bjks!

Jacke Gense disse...

Flavia.. as vezes a gente diz: "Imagino como deva ser essa dor".. mas acho que na realidade, só quem passa por certas situações sabe de verdade o tamanho da dor.

Quando vejo vc, ou mesmo sua irmã falando da sua mãe, fico me imaginando sem a minha... não sei o que seria de mim. E depois que a gente é mãe, aprendemos a valorizá-la ainda mais!

Que Deus a tenha junto Dele e que ela possa sempre olhar por vocês aqui!

Bjs e fique com Deus

Flávia e Eduardo disse...

Oi Flá...tdo bem? É a Flá Okubo, qt tempo q não nos falamos! Saudades de vc!
Estava lendo o seu post, sei muito bem da dor que vc sente! Certas coisas são inevitáveis. Acredita que mês que vem faz 1 ano que minha mãe se foi?! Nossa nem acredito, parece que foi ontem tdo aquilo.
Deus está me dando mta força, mas tem dia que não dá pra aguentar, a saudade é demais. Que ELE continue nos dando forças né?!!!

Apesar dos pesares...espero que esteja bem viu!

Blaster Bjos & Saudades*

Sissi disse...

Querida, apenas um abraço quente para você. Nessas horas acho que é a única coisa que ajuda. Beijos.

Karla disse...

É Flavinha sabemos o quando dói nossos corações mas ela está com vc sempre! Ela partiu muito cedo que nem minha mãe mas com toda certeza ela está ao seu lado pra tudo, uma vez eu li que no céu precisam de estrelas e sua mamãe foi a escolhida pra brilhar ainda mais, mas bem que papai do céu podia deixar elas ficaram mais tempo conosco né?

Beijos

Mary disse...

É verdade Flávia, Deus a chamou muito cedo, eu tive a minha mãezinha até os 86 anos de idade(um privilégio) e o dia si eu chegar ao ceu vou fazer a minha primera pergunta pra Deus " porque,porque" ???