segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Utopia Romântica

Ser o último pensamento de alguém ao adormecer, e o primeiro pensamento deste mesmo alguém ao acordar;

Ser a primeira a receber as melhores e as piores notícias;

Ser a companhia ideal para qualquer programa;

Ser o melhor cobertor no inverno;

Ser o refresco ideal no verão;

Ser a razão da melhor saudade - aquela que se pode aplacar;

Ser estudada, desvendada e, ao final, compreendida;

Ser reconhecida pelas conquistas, mas principalmente pelos esforços, mesmo se houver fracasso;

Ser admirada e estimulada;

Ser aquela com quem se deseja compartilhar sonhos;

Ser aquela com quem se deseja realizar sonhos;

Ser aquela com quem qualquer castelo de areia pareça uma fortaleza, e sem a qual qualquer fortaleza pareça um castelo de areia;

Ser alguém com quem vale à pena dividir realizações;

Ser alguém que com quem se pode dividir frustrações;

Ser a mão que ajuda a levantar e o ombro onde se escora para chorar;

Ser aquela com quem se pode falar sobre tudo, sem reservas, sem melindres, sem censura;

Ser alguém por quem vale à pena fazer sacrifícios;

Ser alguém cujos sacrifícios mereçam ser reconhecidos e valorizados;

Ser aquela cujos defeitos mereçam ser minimizados e as qualidades mereçam ser ressaltadas;

Ser raio de sol, gota de orvalho, floco de neve, brisa leve;

Ser aquela que se quer inteira, apesar dos defeitos;

Ser o abraço necessário nos momentos mais difíceis e nos momentos mais felizes;

Ser o abraço desejado em qualquer circunstância;

Ser o beijo que deixa sempre um gosto de quero mais;

Ser a presença que nunca enjoa;

Ser prioridade;

Ser essencial;

Ser o grande amor da vida de alguém.

3 comentários:

Roberta disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Adriana Cristina disse...

É ISSO AE....
SER ALGUÉM ESPECIAL DE ALGUÉM!!!
PARABÉNS!!!

Marilia disse...

Nossas utopias TORRAM nossa paciencia, ACABAM com nossa tranquilidade e ainda insistem em SER.....

Fazer o que, neh???

Beijo

Zoioverde!