domingo, 14 de dezembro de 2008

Campanha contra a Imundície

É isso. Quero lançar oficial e humildemente aqui no cantinho de Dona Farta uma campanha de utilidade pública que deveria ter adesões imediatas e em massa: a Campanha Contra a Imundície nas Praças de Alimentação de Shoppings e outros Centros Comerciais.

Não está entendendo nada? Eu explico:

No começo deste ano eu já tinha abordado o assunto neste post AQUI, quando questionei o comportamento bizarro e nada inteligente de algumas espécies humanas, que insistem em rasgar a cartilha da boa educação em detrimento de seus hábitos grotescos, bizarros e completamente inadequados ao convívio social.

Um dos tópicos do tal post fazia menção ao fato de as pessoas não recolherem suas bandejas depois de se alimentarem nos restaurantes de fast food, ignorando completamente aquela simpática lixeirinha onde está escrito "obrigado", um sutil convite a um comportamento higiênico e adequado.

Estou voltando ao assunto agora - e com um certo atraso - porque não me conformo com este tipo de comportamento, simplesmente NÃO ME CONFORMO!

Observo isso toda vez que estou em alguma praça de alimentação, e a triste constatação é de que cada dia mais as pessoas têm deixado de jogar seus restos de comida no lugar apropriado, têm deixado de recolher suas bandejas aos locais indicados, contribuindo com isso para uma situação de imundície que nos transforma a todos em porcos no meio de um grande chiqueiro, indignos de viver neste mundo.

Estou aqui pensando e pensando no que escrever sobre isso porque é tudo tão óbvio que eu posso parecer uma idiota por ficar falando sobre coisas que todo mundo já sabe. Mas não tenho alternativa.

Fast Food é uma realidade em quase todos os lugares, inclusive muitas cidades pequenas do interior já "ganharam" um Shopping Center e com ele uma Praça de Alimentação composta quase que exclusivamente por este tipo de restaurante. Quase todo mundo já pegou a manha de carregar sua bandeja até uma mesinha vazia e já se acostumou a fazer sua refeição no meio de uma grande praça fechada, rodeada de inúmeras outras mesinhas quase sempre cheias de gente comendo de tudo. Normal.

Nestes locais, todo mundo já viu, existem várias daquelas lixeiras que dizem 'OBRIGADO" na tampa, e em cima ou ao lado existe um local adequado para você depositar sua bandeja. Porque isso é assim? Porque em tese você deveria comer sua comida e, quando terminar, pegar sua bandeja e depositá-la no local apropriado, jogando na lixeira os restos e outros lixos eventualmente existentes.

Coisinha simples, não é mesmo? Um óbvio e esperado comportamento educado, que visa garantir a limpeza e a higiene do local, respeitando assim as pessoas que o utilizarão em seguida. Me sinto uma ridícula escrevendo isso aqui, porque, na boa... é o mesmo que dizer que o papel higiênico foi feito para limpar a bunda, mas... não tive alternativa.

Tive que dizer porque as pessoas simplesmente passaram a ignorar essa obviedade. E sabe-se lá por que raios, adotaram o horrível hábito de terminar de comer e largar suas bandejas sobre a mesa, de qualquer jeito. Pois é, absurdo no máximo, mas é isso que tem acontecido com uma frequência cada vez maior:



A pessoa compra sua comida, senta numa mesinha, come, e quando termina simplesmente levanta e vai embora, largando sobre a mesa, ao lado de outras pessoas que ainda estão comendo e ao lado de outras mesas onde outras pessoas sentarão para comer os restos de sua refeição, como se em um passe de mágica aquela sujeira fosse se limpar, sozinha.

Não dá pra acreditar. É tão porco, tão imundo, tão indigno!

É bem verdade que a maioria dos shoppings têm contratado funcionários para fazer este servicinho, provavelmente porque identificaram a necessidade depois de constatarem que alguns seres humanos são desprovidos do mínimo de civilidade. Mas isso não justifica absolutamente nada, muito pelo contrário. Aliás, as pessoas imundas são também burras, porque o custo deste funcionário extra destinado a limpar a sujeira é pago pelos próprios consumidores, não precisa ser nenhum gênio de economia pra sacar que este custo está embutido no preço de tudo que compramos no lugar. Já que as pessoas não são asseadas nem educadas podiam ser pelo menos inteligentes preservando o próprio bolso, né? Mas nem isso... nem isso!

O pior é que tem gente que acha que "é obrigação de algum faxineiro recolher minha bandeja!". Acreditem, já ouvi isso, e tive que me segurar pra não dar um murro na pessoa.

Porque, na boa, se você quer luxo, se não quer ter que carregar sua bandeja (óh, que sacrifício tremendo!), se é incapaz de ter o mínimo de educação quando está num lugar público, então vá a um restaurante de serviço à la carte, onde existe uma estrutura diferenciada e onde sua sujeira será prontamente limpa, sem incomodar a higiene do local e as outras pessoas que ali estiverem comendo.

Agora, se você vai a uma praça de alimentação, peloamordedeus! Recolha sua sujeira! Ninguém é obrigado a comer ao lado de uma mesa neste estado:




Isso atrai moscas, bactérias, exala cheiro ruim e torna o ambiente desagradável, estraga a refeição de outras pessoas que estão comendo ali do lado, além de ser uma atitude absolutamente primitiva e ridícula, já que carregar uma bandeja até a lixeira não aleja ninguém!

Estamos às vésperas do Natal, época de comércio lotado e praças de alimentação entupidas. Achar uma mesa para almoçar às vezes parece impossível, e os funcionários dos shoppings nem sempre dão conta de manter as mesas limpas em tempo real. Se cada um fizesse a sua parte, puxa, tudo seria muito melhor.

Pense nisso. Mais que uma questão de fazer a sua parte, é uma questão de higiene, de asseio, de educação.

Não ache que o fato de "estar pagando" lhe dá o direito de ser porco. Não ache que o fato de "estar pagando" lhe torna melhor do que o outro que utilizará o mesmo espaço logo depois de você. Não ache que o fato de "estar pagando" justifica sua bestialidade.

Quando observo essas pessoas fico imaginando como devem ser em suas casas. Será que elas terminam suas refeições e largam o prato com restos de comida sobre a mesa até que alguém venha recolher? Será que quando vão ao banheiro e fazem suas necessidades largam tudo lá até que alguém vá dar a descarga? Fico pensando em como deve ser a vida desse tipo de gente... E fico com muita vergonha de ser da mesma raça, a estúpida raça humana.

A vida social equilibrada requer um mínimo de civilidade, e eu ainda acredito que isto seja possível. Recolha seu lixo, limpe sua sujeira, faça a sua parte e viveremos todos num mundo infinitamente melhor!

Pela atenção, Obrigada!


P.S.: As fotos acima são reais e foram tiradas por mim na Praça de Alimentação do Wal Mart Tamboré (SP). Já vi cenas iguais (e até piores) em muitos outros Shoppings, mas fiquei tão enojada que não tive coragem de fotografar.

2 comentários:

Karla disse...

Esse povo são todos sem educação amiga tudo porquinho kkkk.

beijos enormes pra vc!

Anônimo disse...

Não há obrigação nenhuma em levar as bandejas até a lixeira. No preço da refeição que você faz está incluído uma parte que é destinada aos serviços de limpeza. Caso você retire a bandeja, estará fazendo um serviço pelo qual você já pagou. No meu caso, não retiro (exceto quando faço refeição pelo Fast Food (Bob´s, Habib´s, etc).

É obrigação do shopping manter as mesas limpas, até porque as refeições servidas nesses lugares são mais caras do que as cobradas em restaurantes de ruas.

E complementando, já notou que quase não se vê funcionários da limpeza andando pelas praças de alimentação? Tudo por ganância dos empresários do setor de shoppings, afinal, eles cobram por esse serviço e você paga por eles. E eles, para economizar o que você pagou, contratam apenas 01 ou 02 funcionários para realizar a limpeza. Uma vergonha.