quarta-feira, 31 de outubro de 2007

2014 - Sobreviveremos até lá???

E o Brasil "ganhou" a disputa para sediar a Copa do Mundo de 2014!!! Considerando que não haviam outros concorrentes, digamos que é uma "vitória" típica brasileira...
Alguns dirão que "a ranzinza" está de volta... Talvez seja isso mesmo, mas o fato é que preciso contestar toda essa euforia idiota... Não sou uma profunda conhecedora do "mundo futebolístico", mas gosto muito do esporte, como todos sabem... dentro de todas as minhas "limitações femininas", dirão alguns...
Ainda assim, algumas questões transcendem o fato do conhecer ou não, do entender ou não a fundo o mundo do futebol, e uma dessas questões é a tal "eleição" realizada na sede da FIFA, ontem, dia 30 de Outubro.
Vamos começar do começo: Vejamos a composição do "comitê brasileiro" que esteve lá no local do evento, "representando" a nossa nação:


Nessa foto não aparece a "caravana" completa, mas temos aqui os nomes de destaque: Paulo Coelho (???), Dunga (ok, o Técnico Inocente), Lula (tá, ele é o Presidente da República, né!), Romário (ah, o baixinho!), e Ricardo Teixeira (a mais completa tradução da palavra "idiota").
Pra bom entendedor, apenas esses nomes bastariam... mas, havia ainda a "caravana dos Governadores", dentre eles José Serra e Aécio Neves, além da nossa super Ministra-do-Turismo-Relaxa-e-Goza Marta Suplicy... Tudo isso junto... Pense!
Nem vou me dar ao trabalho de comentar nome por nome, senão acabo tirando o foco do assunto principal, mas até agora não entendi o que o "Mago-das-Candongas Paulo Coelho" fazia naquele meio... Não deveria estar lá o "Rei Pelé" (a quem também tenho sérias reservas)??? Será que boicotaram o Rei??? Ouvi dizer que ele estava ali nos arredores, mas parece que alguém deixou de convidá-lo... talvez propositalmente... preferiram o "ilustre" nome da literatura nacional, embora o assunto fosse futebol... Cada um tem o "mago" que merece, né!!!
Mas... voltemos à "eleição", ou melhor à "escolha". Como todos sabem, o BraZil foi "eleito" como país-sede para a Copa do Mundo de 2014... Não haviam outros países disputando essa vaga, também não entendi muito bem isso, mas é justo... o País do Futebol merece mesmo essa "honra"...
O foco ontem estava lá, na sede da FIFA, havia imprensa de todos os lugares do mundo e os nossos representantes foram submetidos a uma verdadeira "sabatina" dos jornalistas, o que era mais do que esperado... Também era esperado que esses nossos "representantes" estivessem preparados para lidar com toda a pressão, já que se candidataram à vaga e o Mundo inteiro sabe como a imprensa é ávida quando o assunto é Futebol + Brasil + Copa do Mundo.
Só que, como eu já disse algumas linhas acima, cada povo tem o representante que merece! E eis que estava lá, sentado na bancada da comitiva brasileira, o Presidente da CBF, Sr. Ricardo-Idiota-Teixeira. De mau humor, como sempre, atitude muito comum a quem não consegue dar todas as explicações necessárias.
Então, veio a pergunta óbvia, para a qual a resposta já deveria estar pronta, ainda que não fosse exatamente verdade:
- "Sr. Ricardo Teixeira, como o BraZil pretende lidar com a questão da violência para garantir a Segurança de um evento como a Copa do Mundo?" (não tenho certeza se a pergunta foi exatamente assim, mas foi muito próxima disso).
E aí veio o vexame: Nosso ilustre representante presidente da CBF Sr. Idiota-Ricardo-Teixeira foi falando uma bobagem atrás da outra, emendando uma barbaridade em outra, num tom agressivo e totalmente deselegante (pra dizer o mínimo) para quem pretende participar da organização de uma Copa do Mundo. Diplomacia??? Acho que esse cara nem sabe o significado dessa palavra... Se eu já estava envergonhada de ser representada enquanto brasileira por aquela comitiva "meia-boca", fiquei com a cara no chão depois de ouvir o que ouvi... e o pior, não fui só eu que ouvi! Foi o Mundo! O Mundo inteiro!!! Por que será que o BraZil é visto tão distorcidamente lá fora, heim??? É por isso! Porque temos sempre um representante idiota pra falar uma bobagem justamente no momento em que o foco está sobre nós!!! Que coisa triste!!!
A pior praga do nosso país é a negação de seus problemas. A pior praga do nosso povo é o conformismo com a realidade caótica, e a aceitação do "pão e circo". Some-se essas duas pragas e teremos um cenário quase impossível de se mudar, lamentavelmente.
O Sr. Ricardo Teixeira disse, entre outros impropérios, que "Pelo menos no Brasil não temos estudantes que entram nas escolas atirando e matando um monte de inocentes, como acontece nos Estados Unidos"; que "Pelo menos no Brasil nossa polícia não comete excessos como cometeu recentemente a polícia canadense"; que "Pelo menos no Brasil os estrangeiros não são assassinados inadvertidamente, como aconteceu com o brasileiro morto pela polícia num metrô de Londres, confundido com um terrorista". Disse ainda que a violência é um problema mundial, que não é uma exclusividade do Brasil, e que o Brasil não está nem mais nem menos violento do que qualquer outro lugar do Mundo, que os riscos existentes aqui existiriam se a sede da Copa do Mundo fosse em qualquer outro país. Disse, finalmente, que recentemente nosso país deu um exemplo de segurança durante a realização dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, ocasião em que não foi registrada nenhuma ocorrência mais séria, e que isso é o bastante para comprovar que o Brasil pode, sim, sediar a Copa do Mundo sem nenhum problema.
Ai, que vergonha!!! Eu podia jurar que nem o brasileiro mais ignorante seria capaz de fazer tais comparações. Podia jurar que ninguém jamais ousaria garantir que o Brasil é um lugar seguro para se realizar o que quer que seja... Ledo engano meu... eis aí o Presidente da CBF para destruir minhas certezas...
É bem verdade que a violência é um problema mundial, uma ferida da humanidade que parece inerente à natureza do homem... Cada canto do mundo tem um tipo diferente de violência, por assim dizer. Guerras, fanáticos, malucos, há de tudo em todo canto do mundo, e o ser humano está sempre vulnerável diante dessa "incerteza" de estar seguro. Mas isso não é resposta nem fator de comparação para a situação específica do Brasil. A violência que temos aqui não está ligada a fanatismo religioso, não está ligada a guerra por territórios, mas é fruto de um fator muito mais sério, que é a incompetência das autoridades. É a violência que controla, que domina, que governa. É a violência que rende lucros até mesmo a quem devia combatê-la, é a violência corrupta, a violência mais podre que há, por assim dizer. E isso é, SIM, um "diferencial". Isso coloca, SIM, o Brasil numa condição muito pior que a de qualquer outro dos países citados pelo senhor Ricardo Teixeira. Não há comparação, aqui há o CAOS totalmente desenfrado, descontrolado.
Aqui também há malucos que matam dezenas de inocentes (lembre-se do caso do estudante que atirou na platéia do cinema no Shopping Morumbi, há alguns anos); Aqui também há estrangeiros assassinados o tempo todo, turistas e até missionários! Aqui também há excessos (e como há!) da Polícia, Sr. Ricardo Teixeira! Aqui também morrem inocentes o tempo todo, nas guerras cotidianas travadas pela bandidagem... E, o que é pior, além de tudo o que há nos outros países citados pelo Senhor, há também a violência fruto da inércia do poder, fruto da concentração das riquezas, fruto da podridão dos nossos governantes, da nossa polícia!!!
Não sei a fonte precisa, mas ouvi na TV hoje mesmo de manhã que um estudo recente revela que o Brasil é o 4º país mais violento do Mundo. Esse "título" não é à toa, tenham certeza! Os acontecimentos falam por si, e pra quem não é muito de ler/ver noticiários, há o cinema nacional que retrata com brilhantismo a nossa realidade caótica - haja vista os filmes "Cidade de Deus", "Carandiru" e o recente "Tropa de Elite", apenas pra ficar nos mais famosos.
Aqui, polícia guerreia com bandido, bandido guerreia com bandido, polícia guerreia com polícia, e o povo fica no meio do fogo cruzado, suportando uma bala perdida aqui, outra ali, sem falar das chacinas que muitas vezes fuzilam tanta gente que é quase impossível identificar quem é "do bem" e quem é "do mal". Isso tudo fora a violência cotidiana, dos assaltos no farol, dos trombadinhas, dos assaltos a banco, dos sequestros, e outros crimes do gênero que acontecem aos montes todos os dias.
Portanto, Sr. Ricardo Teixeira, dizer que o problema da violência do Brasil é igual ao problema da violência em qualquer outro país é uma heresia! É uma falta de respeito para com o próprio povo do seu país que, sofrido, sobrevive dia após dia! É negar a própria realidade e, pior, julgar não ser necessária nenhuma medida específica para amenizar o problema.
Provavelmente o Sr. Ricardo Teixeira tem essa visão porque ele, como a minoria dos afortunados, circula o tempo todo com escolta, anda em carro blindado, possui sistema de segurança instalado em sua residência, que deve ser em algum condomínio de luxo, e tapa o sol da realidade com a sua peneira do dinheiro... Quisera todos os brasileiros tivessem a mesma segurança mencionada pelo senhor!
Convido-o a uma visita a uma favela, sem colete à prova de balas, nem guarda-costas, nem carro blindado. Convido-o a residir por uns dias em qualquer um dos morros cariocas onde a guerra do tráfico está sempre a ponto de explodir. Ou, pra ser mais prática, convido-o apenas a circular pelas ruas de São Paulo durante um ou dois dias, enfrentando os engarrafamentos, dirigindo seu próprio carro, que não pode ser blindado, enfrentando os pivetes consumidos pelo craque a cada esquina, a cada cruzamento, a cada farol. Talvez assim, vivendo a realidade por um ou dois dias, o senhor, Ricardo Teixeira, possa mudar essa sua postura arrogante de "contar vantagem" sem nem saber do que está falando!
Agora, o último ponto dessa história que eu queria comentar é sobre a "segurança absoluta" havida durante os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Realmente, ao que me lembro dos noticiários da época, houve até uma queda no índice de criminalidade durante os Jogos. Os morros cariocas ficaram quietinhos, "dormindo", mansinhos (por que será, heim!), houve redução de assassinatos, de furtos, de vandalismo... Tudo lindo, tudo maravilhoso.
Houve a tal da "força-tarefa", que uniu polícias para o objetivo comum de garantir a segurança... Havia polícia por todo canto, oras Guarda Metropolitana, oras Polícia Militar, Civil, Federal, e até o Exército. Não havia um único cantinho da cidade que não estivesse sendo patrulhado, e a Vila Olímpica, então, era praticamente uma "fortaleza". Mas o Pan acabou, e voltamos à realidade. Voltamos aos índices de criminalidade habituais, voltamos às balas perdidas, à guerra do tráfico, aos assaltos, às mortes.
A pergunta é: Por que raios a tal "força-tarefa" não pode ser mantida perpetuamente, para que tenhamos sempre aquele cenário de segurança quase absoluta? Se é possível fazer isso durante um ou dois meses, obviamente basta vontade política para que se faça isso pra sempre. Mas não é assim que funciona... A segurança absoluta é um luxo permitido apenas em épocas de grandes eventos, coisa típica do Brasil. É como se tivéssemos que provar nossa própria competência para os gringos que vêm de fora para um evento, mas o próprio povo brasileiro não é digno da mesma "horna". O povo merece o que sobra, a violência diária, a polícia encardida, o resto.
Não tenho dúvidas de que a Copa do Mundo de 2014 será um grande evento para o Brasil. Certamente movimentará a economia, certamente trará riqueza e visibilidade para o país, e certamente será segura o bastante pra não nos envergonhar perante os gringos. Será uma ótima oportunidade de torcer pela nossa Seleção "em casa", talvez até assistir um jogo ao vivo (isso só pra quem tem um pouco mais de dinheiro, é claro), será uma ótima oportunidade de viver a história do futebol mais de perto...
Só não sabemos se chegaremos até lá, porque hoje, sem Copa do Mundo nem Jogos Pan-Americanos a nos dar segurança, saímos de casa sem ter certeza de que chegaremos vivos em nosso destino, muito menos de que voltaremos pra casa sãos e salvos.

Portanto, SALVE-SE QUEM PUDER!!!


Enquanto isso, no "país das maravilhas", o povo que adora pão e circo comemora em praça pública a grande notícia do momento... Rumo a 2014!!!

4 comentários:

Judson Gurgel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Yan disse...

Futebol? Então eu tinha que comentar...

E falar que, ao acabar de ler esse post levantei-me da cadeira a aplaudi de pé tudo que vc escreveu!

Nossa, o que foi aquela molambada lá hein??
Então podemos ver porque os 300 carros comprados para segurança e transporte no Pan estão parados aqui no RJ, o dinheiro não é investido para que Lula e seus amiguinhos possam ter um "Feliz Semana Turística" na Suíça, porque, obviamente, aqueles 11 senadores, mais o nosso adorado Ricardo Teixeira (que infelizmente tinha que estar), mas o Romário, e todas aquelas "ilustres" personalidades, não tiraram 1 mísero centavo dos próprios bolsos para que pudessem assistir, aquela que prometia ser a disputa para sede da Copa mais disputada de todos os tempo, tendo em vista o já citado fato de que só o Brasil concorria.

Sobre as enormes bosalidades ditas pelo presidente da tão decadente CBF, prefiro não comentar, pois em um país onde o Futebol é um esporte que faz com que paremos, e que um dos nossos grandes ídolos parou uma guerra, é vergonhoso ter o Ricardo Teixeira como presidente da CBF.

Enfim, o governo Lula, usou da política do pão e circo, já que esconde tantos escândalos com eventos esportivos. Será um Governo lembrado pelos diversos escândalos, como mensalão, caso Renan Calheiros, ou como o que teve o Pan, e conseguiu que fossemos sede da Copa do Mundo?!?!


Mas ainda assim, sou um dos bobos que está feliz com a Copa que há de se realizar aqui, daqueles que vai juntar o máximo de dinheiro possível para poder ir no maior número de jogos, afinal, é um Copa do Mundo!

Judson Gurgel disse...

O melhor que temos a fazer é tentar nos aproveitar de alguma verba desviada, JÁ que se revoltar no Brasil não adianta mais nada.

O momento é de oba-oba, viva-viva, pão, circo, festa e cachaça (também, com um presidente desses...)

A propósito, desde já vá guardando meu lugar na tua casa, se Deus quiser, estarei vendo a abertura no Morumtri (nessa época já deve ser de Morumhexa pra lá! hehehe)
31 de Outubro de 2007 14:33

Fê, a noiva neurótica! disse...

AMEI o texto.
Revoltado como o meu, e muito melhor escrito ahhauhuahuauhauha
Eu escrevi aquilo ferveeeeeeeeeeeeeendo de ódio...rs só podia resultar em palavrão...rs