segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Ao Mestre com Carinho

"... Foi com você, que eu aprendi a repartir tesouros
Foi com você, que eu aprendi a respeitar os outros...
Pra alcançar as estrelas não vai ser fácil,
Mas se eu te seguir, você me ensina como descobrir
Qual é o melhor caminho..."

Hoje é dia do profissional que eu mais respeito na vida... Hoje é "Dia do Professor", e quero deixar aqui minha humilde homenagem a essa classe de profissionais que trabalham (a maioria) com tanta devoção objetivando a construção de um mundo melhor.

É um absurdo como o professor é pouco valorizado aqui no nosso país... é um absurdo como recebem salários míseros e não possuem a devida estrutura, principalmente na rede pública, para lecionar.

Quando eu era criança, se você perguntasse a qualquer menina o que gostaria de ser quando crescer, a grande maioria responderia: "Professora". Tínhamos uma verdadeira adoração por esta profissão, toda menina já se imaginou ali, em frente ao quadro negro, entre giz e livros, ensinando aos pequenos (e aos grandes também!). Infelizmente, esse sentimento foi se perdendo ao longo do tempo, e hoje em dia se você perguntar a qualquer menina o que ela quer ser quando crescer, uma minoria, ou talvez nenhuma delas, dirá que quer seguir esse caminho...

A profissão de Professor perdeu o prestígio, porque vivemos num país onde a educação não é vista como prioridade, vivemos num país onde o professor é tratado com desrespeito e desprezo, e seguir esse caminho tornou-se bem desinteressante... Que pena!!!

Todo mundo sabe que só se pode mudar a história de um povo através da Educação. Todo mundo sabe que enquanto não houver maior investimento e cuidado com a Educação, o Brasil continuará patinando nessa desgraça social que nos assola há anos... É uma constatação óbvia, é chover no molhado, mas ninguém faz nada para mudar esse quadro... Lamentável...

De qualquer forma, há uma grande parcela de guerreiros professores que continuam, a duras penas, desenvolvendo o magistério pautados no amor pela profissão, há uma grande parcela de guerreiros professores que continuam, apesar de toda a falta de apoio e recursos, trabalhando arduamente objetivando a formação de seres humanos melhores, e é pra esses grandes guerreiros que dedico este post.

Eu me lembro de praticamente todos os professores que tive ao longo da minha vida... É interessante isso, porque eu não lembro de várias outras pessoas que passaram pela minha vida, mas não esqueço dos professores, e a razão é óbvia: Eu me tornei o que sou hoje graças à dedicação desses professores, aprendi quase tudo que sei porque fui uma privilegiada que teve acesso a professores dedicados, e é impossível esquecer dessas pessoas que mudaram e contribuiram tanto para que a minha vida fosse hoje como ela é...

Na primeira série, lá no incício dos anos 80, foi a "Tia Marli"; na segunda série era a "Tia Vera"; na terceira série eram várias professoras, dentre elas a Prof. Ambrosina, Prof. Soraya e Prof. Eliana; na quarta série era a Prof. Gláucia; da quinta até a oitava série também eram vários, como a Prof. Cleuza, Prof. Maria de Fátima, Prof. Neusa, Prof. Kátia, Prof. Marlene, Prof. Marisa, Prof. Vera, Prof. Cidinha, Prof. Ângela, Prof. Cliuton, e o meu amado Professor Laércio...

O Professor Laércio é a mais pura trandução da palavra "professor"... Foi um anjo que Deus colocou nas nossas vidas quando éramos apenas um bando de pré-adolescentes sem saber direito o que fazer da vida... Ele enxergava muito além da sala de aula, conhecia profundamente cada um de seus alunos, e era capaz de tornar qualquer aula chata de Ciências em uma grande lição de vida... Jamais esquecerei suas lições... No meu caso, o Professor Laércio, muito mais do que me ensinar Ciências, me ensinou a ser gente, me ensinou a me respeitar e me fazer aceitar, e sempre que me refiro a ele eu digo que foi o professor que "me fez sair do casulo", que me ajudou a encarar o mundo... Ah, que bom seria se existissem tantos outros Laércios no mundo... ah, que bom seria...


Ainda hoje, tenho muito contato com o universo dos professores... Sou mãe, e vivencio toda a história novamente, agora através do Lucas... Graças a Deus a a experiência tem sido bem gratificante, e temos encontrado professores incríveis no nosso caminho... Digo "nosso" caminho porque, embora quem esteja lá sentado na sala de aula para aprender seja o Lucas, eu procuro ser uma mãe participativa, e considero esse contato entre a escola e a família fundamental para que o processo de aprendizagem seja pleno...

Por isso quero também deixar uma menção muito carinhosa à Maristina... A "Prô Maristina" é aquela que tem a dura missão de ensinar os baixinhos do segundo ano, da turma do Lucas, lá no Colégio Misericórdia. Foi um processo difícil pra nós no começo do ano mudar de colégio, passar de uma escola infantil para um colégio grande e mais estruturado, e eu temia muito que a relação da professora com o Lucas e conosco fosse mais fria, enfim... Eu sempre gostei muito de participar ativamente da vida escolar do Lucas, e temia não ter tanto acesso à "nova professora".

Mas novamente, de maneira muito positiva, fui surpreendida por outro anjo, dessa vez a Maristina... é uma "coisa" essa professora... A gente logo vê que ela nasceu pra isso, que é extremamente competente e faz seu trabalho com muito amor, além de ser uma pessoa incrível... Parabéns pelo seu dia, viu, Prô!!!

Quisera o mundo tivesse muitos outros professores como o Laércio e a Maristina... com certeza conseguiríamos chegar ao tão sonhado "mundo melhor"...


FELIZ DIA DO PROFESSOR!!!

Um comentário:

Jackelyne disse...

Oi Flávia!
Realmente! Nosso país precisa de mais professores Laércios. Também tinha o mesmo carinho por ele!
Acho que não tem uma pessoa que tenha tido aula com ele que não tenha sentido a mesma coisa!

Super beijo!