sábado, 2 de fevereiro de 2008

Os Delírios de Consumo de Becky Bloom


Meu Carnaval começou bem produtivo... Consegui terminar de ler este livro divertidíssimo que minha irmã me emprestou logo depois do Reveillon, e que eu demorei um pouquinho pra "engrenar"... Se eu soubesse que a leitura de "Os Delírios de Consumo de Becky Bloom" - da Autora Sophie Kinsella - seria tão divertida, não teria demorado tanto pra começar...

É um livro feminino. Digo isso porque provavelmente só mulheres serão capazes de entender e se divertir tanto com as situações vividas pela adorável Becky. Ela é uma moça de vinte e poucos anos, que leva uma vida moderna em Londres, onde trabalha, pasmem! como jornalista especializada no mercado financeiro. Apesar de ser paga para dizer aos outros o que fazer com seu dinheiro, Becky Bloom não possui o mínimo controle sobre suas próprias finanças, tanto que encontra-se altamente endividada entre sua conta garantida no banco e seus muitos cartões de crédito todos estourados.

Mesmo assim, ela não resiste às tentações consumistas. Não pode ver uma liquidação que logo se sente "obrigada" a aproveitar aquela oportunidade imperdível, crente de que está de alguma forma "economizando"! E essas "pequenas" comprinhas de artigos de liquidação logo viram compras de valores astronômicos, porque jamais seria possível comprar um taileur espetacular sem os devidos sapatos espetaculares para acompanhá-los, e assim por diante...

Pressionada pelo seu Gerente do Banco, Becky começa a cogitar opções para sair da lama... Delira com a hipótese de ganhar na loteria, aposta algumas libras nuns bilhetes, e a sensação de se tornar milionária inclusive a leva a "gastar por conta" mais algum dinheiro. Depois, resolve tentar uma vida simples, sem consumismo, mas até para levar uma vida simples ela precisa comprar algumas coisas... a vida simples exige alguns equipamentos, ora! E lá se vai mais dinheiro! Parte então pra tentar ganhar mais dinheiro, o que também lhe rende muitas trapalhadas e mais dívidas... E nesse meio tempo ela tentar ser feliz, tenta manter-se em sua profissão e mais do que tudo, impressionar o adoravelmente arrogante Luke Brandon, um alto executivo de uma grande companhia de administração de finanças.

Ela inventa toda sorte de desculpas esfarrapadas para fugir do Gerente de sua conta que lhe envia correspondências cada vez mais ameaçadoras. Mas sua gama de histórias fabulosas vai diminuindo, e Becky vai se metendo numa trapalhada atrás da outra, até o dia em que precisa realmente confrontar-se com a realidade.

Mas atenção: ela não é apenas uma moça fútil materialista, e é isso que a torna mais apaixonante... ela é sensível, tem profundo carinho por seus pais e seus amigos, é bem humorada, e seu otimismo sobre as situações mais extremas é contagiante!

É um livro muito leve, inocente, e não pretende ser nenhum marco da literatura, o que é uma grande vantagem. A linguagem é simples e divertida, as situações perfeitamente possíveis (qual mulher nunca se viu tentada a gastar até o que não podia numa liquidação irresistível? quem nunca deu uma extrapoladinha básica no limite do cartão de crédito?), e não demora para que o leitor se solidarize com a descontrolada Becky.

Lembra um pouco a históra de outra personagem adorável desse tipo de literatura (e que depois virou filme) - a Bridget Jones, mas neste livro o enfoque é mais no lado consumista, até há uma abordagem sobre os relacionamentos de Becky, mas o foco está mesmo em suas finanças em frangalhos e nas tentativas frustradas de reverter esse cenário.

Acabei de descobrir, pesquisando na net, que já existem 5 livros da "série"... E fiquei super animada porque, se forem todos nessa linha, serão igualmente divertidos... Eu quero ler todos, afinal, quem não gosta de uma leitura simplesmente leve e descompromissada de vez em quando???

Não dá pra ficar lendo fisolofia ou física quântica o tempo todo, tudo que é demais enjoa, então se você quer dar uma desestressada e se divertir um pouco, apresse-se e leia as histórias de Becky Blomm!

É diversão garantida!!!

2 comentários:

Ana disse...

Becky Bloom é perfeita!

Mal vejo a hora de lançar o filme!

Evanda disse...

eu já li os 5 livros sobre a Becky e tudo que eu posso dizer é que eu sinto uma tremenda saudade dela!

ela passou a ser parte da minha vida de tão ''convincente'' que a autora conseguiu ser

espero que o filme esteja a altura de Becky! (estreia 10/04/09 aqui em campinas)

um outro livro fantastico da Sophie é: Samantha Sweet, A executiva do Lar