sexta-feira, 11 de maio de 2007

A Grande Família - O Filme

Consegui terminar de assistir "A Grande Família - O Filme"... E digo "consegui terminar de assistir" porque na verdade começei ontem, mas acabei dormindo na metade... Não que seja um filme ruim o bastante pra fazer dormir, eu é que já estava com sono mesmo, mas também está bem longe de ser algo do tipo que te prende na poltrona e te faz querer ver até o final.
E olha que eu adoro o seriado da Globo... Acho super divertido, é um humor quase inocente, super simples, mas que funciona muito bem com um elenco perfeito naquele contexto... E estava curiosa pra ver o resultado do filme, mas eu já esperava me decepcionar um pouco, porque esse é o típico caso da comédia que só funciona no time da TV...
E é justamente esse o problema de "A Grande Família - o filme"... pra virar um longa, o humor habitualmente rápido e agradável acabou ficando forçado, cansativo, e perdeu a graça... É verdade que existem alguns poucos bons momentos, afinal, são personagens super carismáticos, mas mesmo assim esses momentos se perdem numa história esticada demais pela sua simplicidade... Na verdade há uma mesma história repetida 3 vezes, sob 3 pontos de vista diferentes - Lineu acredita que está à beira da morte, e em cada uma das situações age de um jeito - sendo um melancólico depressivo, um cara que quer recuperar todo o tempo perdido ao longo de uma vida certinha demais, e finalmente um marido ideal, daqueles que não consegue ficar perto da mulher sem agarrá-la... Obviamente, em cada uma das "situações", os reflexos na família também se alteram aqui ou ali, cada uma traz consequências e desfechos diferentes, mas não chega a ser tão interessante quanto deveria para dar sustento ao filme.
O roteiro, aliás, daria um divertidíssimo episódio na TV, e poderia facilmente ser reduzido pra 30, 40 minutos... Mas nos mais de 100 minutos de duração do longa, acabou virando uma historinha previsível e sem graça, totalmente fora de ritmo.
De qualquer forma, ainda consegue ser melhor do que muita comédia de mau gosto criada pelo nem sempre criativo cinema nacional.. Pelo menos, mantém o nível, mantém aquele "tom familiar" que é o forte do seriado, de modo que para os fãs de Nenê, Lineu, Tuco, Bebel, Agostinho e Marilda, acaba valendo a pena, como puro entretenimento descompromissado.
Aliás, sou super suspeita pra falar do Pedro Cardoso, sou fã dele, na verdade acho que sou ainda mais fã ainda do Agostinho... é, sem sombra de dúvida, a melhor personagem dessa história, e mesmo dentro do roteiro bem fraquinho, acaba sendo o motivo de praticamente todas as risadas...
Eu diria, resumidamente, que é um filme "assitível"... mas não espere nada demais... espere um episódio qualquer, com uma coisinha a mais aqui e outra ali... De resto, continue acompanhando a série na TV, que geralmente é bem mais interessante...






Um comentário:

Arthur disse...

Também adoro o seriado, mas até hoje ainda não vi o filme. Com o seu post, acho que vai demorar mais um pouco até que eu veja... rs
Bjs